Mystical Tales Shard

Guerra


A noticia da fraude da matriarca logo se espalhou em Orthae’Chel; uma impostora estava no lugar de Al’Evin. A descoberta só comprovava teoria de alguns, que não ousavam falar em voz alta justamente pela falta de provas. A matriarca vinha de uma linhagem passada de mãe para filha, contrariando a base da estrutura da sociedade drow, que não permite que heranças sejam passadas sem o merecimento da beneficiada. Nem de bens e posses, muito menos de títulos ou cargos.

Uma nova guerra civil se iniciava em Orthae’Chel. A casa de Al’Evin, que controlava praticamente toda a cidade, se dispersou com a noticia e as outras casas encontraram um período politico frágil. Houveram tentativas de acordos mas logo um culto a Q’Xernim surgiu e vários drow decidiram sacar suas armas e tomar a cidade à força.

Combate

Drow de Casas opostas guerreando por território nos tuneis de Orthae’Chel

A cidade estava perdida, todos sabiam que isso iria acontecer cedo ou tarde e todos os nobres temiam que fossem o primeiro alvo de Q’Xernim. Em toda a trajetória da guerreira ela nunca havia perdido uma unica guerra, e em todas, ela liderou sua tropa indo na frente, sendo a primeira a entrar e a ultima a sair. Atitude que garantiu com que até os dias de hoje, guerreiros costumam cantar suas vitórias e gritar seu nome quando avançam contra missões suicidas.

Pouco a pouco, Orthael’Chel virou um palco de sangue. Q’Xernim criou um período de violência e agressão. Mesmo as Casas aliadas à ela não estavam seguros contra seus ataques de raiva. Os mais próximos à ela diziam que Q’Xernim procurava uma morte de guerreira mas que não havia ninguém capaz de conquistar a tarefa. Enquanto ela não encontrava, causou o maior estrago possível e partiu para a superfície assim que os elfos começaram a se aproximar de Jhan. Este é o ultimo relato oficial sobre Q’Xernim. Alguns dizem que ela encontrou sua morte lutando contra vários elfos na superfície, outros acreditam que ela tenha encontrado uma forma de ascender ao reino dos deuses para enfrentar Alkron pessoalmente.

Q’Xernim, já em idade avançada, correndo para cima de um grupo de elfos

Com o povo divido o caos tomou conta no império drow e os escravos começaram a escapar. Em pouco tempo os elfos, que agora tinham livre acesso a Jhan já que os orcs haviam sido extintos, cercavam a cidade drow e ajudavam os escravos a fugirem, além de lançarem pequenos esporádicos que até então eram repelidos por Q’Xernim e seus seguidores.

Vendo que a situação não iria melhorar, a maioria das Casas decidiram deixar a cidade e seguir atrás dos grupos que partiram em busca de Orbb Har’ol, mais de dois séculos atrás. Outras casas ficaram para defender Orthae’Chel e nunca mais se ouviu delas.

Orthae

Drow defendendo o que sobrou de Orthae’Chel de um ataque elfico

 

Parte 2Parte 4

Sponsors